Three Fourths Home: Extended Edition

Three-Fourths-Home-02

 

Bem… O que dizer desse jogo? Que eu não fazia ideia do que estava por vir quando cliquei ‘new’? Que me deixou de coração partido?
Talvez eu só deva dizer que passei uns 10 minutos olhando pra tela, refletindo. E que logo depois fui até a cozinha, porque eu precisava contar para a minha mãe sobre essa experiência melancólica e linda que é Three Fourths Home. Em rápida descrição, pode-se dizer que esse é um jogo de mecânica simples, sobre a história nada simples de uma família.

Kelly, nossa protagonista, está dirigindo para a casa de seus pais quando uma grande tempestade começa. Preocupada, sua mãe liga para ela e então uma sequência de diálogos clássica de ficções interativas começa. Porém, essa não é uma simples narrativa com histórias definidas. A cada escolha de diálogo feita pelo jogador, detalhes importantes sobre o relacionamento entre os membros da família e seus problemas podem se alterar drasticamente, revelando diferentes visões sobre os dilemas e complicações que cada um enfrenta. Eu joguei a Main Story 3 vezes, por exemplo, e em cada uma delas pude experimentar um aspecto diferente dessa trama, desde uma rota mais suave e emocional, até uma um pouco mais turbulenta. De qualquer forma, garanto que o desfecho não vai passar pela sua vida sem deixar uma tempestade de reflexos emocionais e existenciais.

A versão estendida também vem com um epílogo, que fecha o seu passeio por essa narrativa com chave de ouro. Outras coisinhas extras incluem um Radio, com as músicas do jogo pela banda Neutrino Effect; uma coleção de histórias escritas pelo irmão da protagonista, Ben; e fotografias tiradas por Kelly. Obviamente, vale a pena se perder um pouco por ali também se você gosta de ler, ouvir boa música e ver boas fotografias.

Outra característica admirável desse jogo é o trabalho com o som. Os sons da tempestade, sirenes, e até mesmo do carro correndo sobre a estrada ou buzinando (sim, você pode buzinar) fazem um ótimo trabalho construindo o ambiente. (Como uma pessoa que tem um leve desconforto com trovões, posso dizer que o som pode ser bem convincente em certos momentos.)
O tema final And The Wind Will Lift Away Our Rot também é essencial se você, assim como eu, tem a sua playlist ‘Best Game OST for the Feels‘.

 

Disponível para: PC, Mac e Linux
Desenvolvedora: [bracket]games
Tempo de Jogo: 25 minutos
Pago

Patrícia Sato

About Patrícia Sato

Game Designer por formação, Artista por vocação, Cozinheira por diversão e Cat Lady por definição.

Leave a Reply