BIG Festival 2015: Categoria “Melhor Jogo Educacional ou de Aprendizagem”

Thumbnail

 

Vinicius Aleixo faz parte da equipe de organização do BIG Festival. Suas opiniões expressas no Quick Saving e em textos relacionados, entretanto, não representam de forma alguma as opiniões do BIG Festival ou Abragames.

 

Foi só quando eu fiquei mais velho que eu percebi que eu nunca dei a devida atenção par algumas coisas que eu aprendi na escola. Talvez isso acontecesse porque eu via o aprendizado como uma mera obrigação. Bem, não é como se os jogos abaixo pudessem substituir totalmente meus livros escolares, mas aprender jogando com certeza tornaria tudo muito mais fácil. O BIG Festival veio esse ano querendo incentivar esse segmento, e nós do QuickSaving estamos celebrando isso mostrando um pouco mais dos finalistas dessa edição.

 

overpaintban

Overpaint, assim como o finalista de inovação Find The Line, um daqueles puzzles únicos que infelizmente ficam soterrados em meio a tantos jogos que envolvem unir peças da mesma cor. Ele é tão diferente desse tipo de jogo que, na verdade, acaba sendo o oposto disso: Ao invés de unir peças da mesma cor, você está unindo cores para que elas sejam iguais as peças.

Peças estarão sempre na área central da tela, e podem ou não estar se movendo. Seu único controle aqui é da posição de grandes placas de cores básicas. Se você colocá-las sob as peças da mesma cor, as peças desaparecem. E quando essas peças não são de cores básicas, você precisa sobrepor as placas de cores uma sobre a outra para que elas gerem uma nova cor.

Overpaint, dessa lista, sem dúvida é o que tem menos cara de educacional. Mesmo assim, ter de entender combinações de cores para conseguir gerar a estratégia correta para cada situação, no fim, é um meio muito orgânico para entender como utilizar mesclas. Para ver isso rodando, você pode tanto assistir o trailer oficial quanto baixar o jogo gratuitamente para tablets.

 

takoban

Apesar da crença popular, japonês é um idioma fácil de se aprender a falar. O maior obstáculo para o aprendizado, na verdade, fica pela necessidade de se aprender um alfabeto com o qual não estamos nem um pouco acostumados a lidar. E Learn Japanese with Tako – Hiragana, Katakana, Kanji and Romaji, ou apenas Takos Japanese, vem para atenuar um pouco essa dificuldade.

A proposta é bem direto ao ponto: através de desafios simples para dar objetivo à experiência, o jogo te pede para desenhar os mais diversos ideogramas japoneses. Com o dedo, é preciso escrevê-lo da forma mais fiel o possível. A partir disso, o jogo traz mais e mais desafios para que você fixe o conteúdo. Tudo isso embalado em um pacote muito bonito e bem feito. O aplicativo pode ser comprado aqui. Caso você não tenha interesse no idioma ou na ideia de pagar por um aplicativo, você pode sanar a curiosidade assistindo ao trailer aqui.

 

synonymyban

Trata-se de um jogo de raciocíno no qual você precisa começar de uma palavra aleatória, até chegar em uma palavra específica, utilizando uma rede de sinônimos. Ao escolher uma o sinônimo de uma palavra, os sinônimos dessa outra palavra aparecem, e assim vai se segue até que se encontre a palavra especificada.

Narrado por Richard Dawkins e produzido sem fins lucrativos, minha experiência com o jogo já foi o suficiente pra me mostrar como ele funciona muito bem para expandir o vocabulário. Ele não é de forma alguma tão amigável ou mesmo tão completo quanto Takos Japanese, mesmo porque o foco não é ensinar o inglês para não falantes: o jogo não aparenta ter sido pensado para países onde o idioma oficial não seja o inglês. Mesmo assim, para os que já tem algum domínio do idioma, ele é um excelente híbrido de ferramenta e puzzle.Se você interessado, recomendo ir atrás do jogo. Ainda que ele seja pago, no site oficial é possível conseguí-lo gratuitamente caso você simplesmente divulgue o jogo nas redes sociais.

 

wyzban

Pela falta de incentivos, jogos educativos são geralmente mal acabados ou pouco polidos. Por conta disso, Wyz já causa uma boa impressão por simplesmente ser um produto redondinho e bem feito. Mas tudo só melhora quando percebemos que ele é um jogo para um público muito específico. Trata-se de um jogo que auxilia o aprendizado da língua portuguesa voltado especificamente para deficientes auditivos.

Eu com certeza não faço parte do público alvo, mas esse é um jogo com um visual muito charmoso e que apresenta uma história para contextualizar a aventura e os exercícios, e isso por si só já conta muitos pontos. E mais pontos ainda pelo protagonista que, apesar de eu não ter ideia do que seja, é factualmente uma graça. O jogo ainda mostra as versões em libras das palavras que o jogador completa ao longo da aventura, o que não intencionalmente acabou me ensinando algumas palavras.

O jogo, por ser uma produção 100% brasileira, está totalmente em português, e é gratuito. O jogo está disponível para iOS e a página da loja pode ser acessada aqui.

 

nicheban

Não que Niche possa estourar e virar um sucesso mundial, mas eu no fundo gostaria disso. É o único jeito de reverter o estrago que Pokémon fez na mente de milhões de pessoas que até hoje, por padrão, pensam no lamarckismo como a teoria ideal de evolução.

De todo modo, Niche – A Genetics Survival Game é o darwinismo em forma de jogo. Numa estrutura que praticamente se inspira em um jogo de tabuleiro, sua missão é fazer com que as criaturas explorem, procriem, busquem alimento e estejam aptas à sobreviver. A questão é que algumas características dos animais que você encontra tornam a sobrevivência em certos ambientes mais fácil, e por isso cruzar as criaturas que você já tem com esses novos exemplares é a chave para que os filhotes acabem adotando essas mesmas características benéficas e, consequentemente, perpetuem a linhagem do bando.

De todos os jogos acima, esse é um dos que eu considero a experiência de aprendizado a mais orgânica possível. O jogo não tem nenhuma demonstração disponível, mas podemos ver o gameplay em ação nesse vídeo oficial.

Vini Aleixo

About Vini Aleixo

Game Designer que crítica jogos como hobby e Relações Públicas Não Oficial, Não Autorizado e Não Remunerado da Nintendo.

Leave a Reply