The Witch’s House

The Witch's House

 

Uma garotinha acorda em meio a uma floresta, ao seu lado ela encontra um misterioso gato falante e aos seus pés está parte de uma carta:

“… não me importo se você for à casa dela, mas fique longe da floresta. Espero que você volte para casa logo.

– Papai ”

Porém, a rota para fora da floresta está bloqueada para uma enorme cerca de rosas que não podem ser cortadas. A garota se vê forçada a seguir outro caminho, até uma casa estranha, no meio da floresta. A porta se abre sozinha, e então o gato lhe diz:

“Você deveria entrar, já que não pode ir embora.”

Essa garotinha de vestido branco e tranças douradas poderia muito bem ser uma Alice, acompanhada de seu gato Cheshire. Mas nada nessa casa lembra, nem de perto, um País das Maravilhas. É um jogo cheio de charadas, puzzles elaborados, ótima sonorização e conta uma ótima história.

The Witch’s House é um jogo muito especial para mim, porque foi o que me introduziu ao mundo dos jogos de terror feitos em RPGMaker. Até então, o máximo que eu tinha explorado nesse software eram RPGs comuns, muitas vezes versões de fãs de outros jogos de RPG como Pokémon e Final Fantasy. Eu mesma fiz minha própria versão de Chrono Trigger uma vez, e devo dizer, não ficou nada mal! Mas isso é assunto para um outro dia.

O que tornou esse jogo tão especial pra mim foi a agradável surpresa de encontrar algo completamente novo, feito a partir de algo que eu acreditava que só servia para batalhas em turno e upgrades rudimentares de personagem. The Witch’s House não tem nenhuma batalha em turnos, nem uma tela de upgrade para a sua personagem, mas com certeza tem uns jeitos bem criativos de te matar, portanto olhe bem por onde anda.

Meus primeiros passos com esses RPG de terror foram céticos. Eu não pensava que poderia me assustar ou ficar tensa com um jogo que mais parecia feito de improviso em uma engine de RPG. Mas, para a felicidade de todos, esse aqui me mostrou que eu estava enganada e hoje posso recomendar, sem medo (com o perdão do trocadilho), que vocês joguem The Witch’s House e vejam por si mesmos.

 

Bonus Round: Se você conseguir terminar o jogo sem salvar e sem morrer nenhuma vez, você ganha uma cena especial no final. Mas recomendo que você só tente essa missão impossível após descobrir o final verdadeiro.

 

Disponível para: PC
Desenvolvedora: Fummy
Tempo de Jogo para 1 Final: 45 minutos
4 Finais (Contando final com cena especial e final secreto)
Gratuito

 

Patrícia Sato

About Patrícia Sato

Game Designer por formação, Artista por vocação, Cozinheira por diversão e Cat Lady por definição.

Leave a Reply